A importância da nutrição


Uma alimentação saudável é um ingrediente essencial para a promoção da saúde e a redução do risco de doenças crônicas, como a pressão alta, diabetes, colesterol e triglicérides elevados, obesidade, etc.
Praticamente todas as funções do nosso organismo dependem de alimentos. Seja como combustível, para fornecer energia, seja como aditivos para promover o bom funcionamento dos processos metabólicos, todos estes elementos devem vir, direta ou indiretamente da alimentação.
Bilhões de dólares poderiam ser economizados no mundo inteiro se a nutrição fosse enfatizada como tratamento, mas principalmente, como prevenção de doenças. Evidências sobre o aumento da qualidade e expectativa de vida através de uma alimentação saudável estão se tornando cada vez mais importantes.
Na fase inicial de nossa vida temos uma necessidade maior de alimentos que são responsáveis pela "construção" do nosso organismo. Com o avançar da idade, porém, necessitamos manter o que foi construído, repondo as perdas naturais ou as decorrentes de processos agressores de nossa saúde (infecções, estresse, etc.).
Através da alimentação conseguimos evitar o aparecimento de doenças e até mesmo tratá-las com eficiência, para que tenhamos um organismo saudável em qualquer idade.
Os alimentos são constituídos de nutrientes, que são substâncias químicas as quais desempenham várias funções no nosso organismo.
Os principais nutrientes encontrados nos alimentos são os carboidratos, as proteínas, as gorduras, as vitaminas e os minerais. Vamos agora falar um pouco de cada um deles.

Carboidratos
Erroneamente, muitos acreditam que os carboidratos são os vilões das dietas. É muito comum, quando pretendemos emagrecer, fazermos restrição de alimentos fontes desse nutriente, o que pode trazer algumas conseqüências como, fraqueza e sonolência. Além disso, o carboidrato é o primeiro nutriente a ser utilizado para o bom funcionamento do nosso corpo e também, a única fonte de energia para o cérebro.
Entre os alimentos ricos em carboidratos, encontram-se: cereais e suas farinhas (arroz, trigo, aveia, centeio, etc), macarrão, pães, batata, batata doce, mandioca, mandioquinha, grão de bico, lentilha, cará, pinhão, frutas, doces, açúcar, mel, geléias e leite.
Cada grama de carboidrato fornece 4 Kcal.

Proteínas
As proteínas são a matéria prima para a construção das nossas estruturas. Praticamente todos os tecidos do corpo dependem da existência de uma adequada matriz protéica. Mesmo no sangue, existe uma grande quantidade de proteínas circulantes que são fundamentais a inúmeras funções. Os anticorpos, por exemplo, que nos defendem dos agentes agressivos, são proteínas especificamente fabricadas para cada tipo de defesa. As proteínas também estão presentes na composição de enzimas e hormônios.
A quebra da proteína resulta em aminoácidos. Alguns aminoácidos são descritos como essenciais, pois o organismo não consegue produzí-los em quantidades suficientes, por isso, eles devem ser adquiridos através da alimentação. Os aminoácidos têm importância na síntese de vitaminas e de transmissores cerebrais como a serotonina.
Os alimentos ricos em proteínas são de origem animal (carnes vermelhas, aves, peixes, leite e derivados) e de origem vegetal (leguminosas que são os feijões, a soja, a lentilha, a ervilha, o grão de bico, além de nozes, castanhas e amêndoas).
Cada grama de proteína fornece 4 Kcal.

Lipídeos ou gorduras
 


Leia sobre este assunto, acessando '' DICAS" no item '' GORDURAS E ÓLEOS "