Obesidade Abdominal


A obesidade abdominal é comprovadamente um dos fatores de risco para aumentar a chance de ocorrência de doenças cárdio-vasculares. Simples de ser verificada, basta usar uma fita métrica não elástica e medir a cintura na altura da cicatriz do umbigo.

O excesso de gordura na região do abdome está diretamente relacionada a um aumento de risco cardiovascular, pois leva a uma série de alterações metabólicas no organismo, como elevação da concentração de colesterol ruim (LDL) no sangue, aumento da resistência à insulina, além de diminuição da concentração do colesterol bom (HDL), e elevação das taxas de triglicérides no sangue.

Recomenda-se que a medida da circunferência abdominal nas mulheres não ultrapasse 80cm, e que nos homens, não exceda 94cm.

Medidas maiores que estas podem comprometer a saúde do coração.